Walter Pantoja

"Não existe rua com pedras mudas nem casa sem ecos..." (Góngora y Argote)

Textos

Sobre Julia...
       (a garota que raramente vestia cinza!)

Não vestia vestido cinza
Mas vivia intensamente
O tempo nunca estava nevoento
Ela vivia galhardamente
Vestia um vestido preto
Sonhava com um mundo colorido
E escutava música em alegro
E seu mundo era destemido
Julia simboliza autenticidade
Tinha sonhos grandiosos
Seu olhar tinha o brilho da felicidade
Ela virou um mito
Quiçá, encontrou seu querubim
Nesse mundo infinito
Refloresceram em outro jardim?
Ninguém sabe da moça misteriosa
Que tinha no olhar um feitiço
Nada consta do seu sumiço


_____________________________________________
Anna Lucia Gadelha
Interação para a poesia Nada consta... de Walter Pantoja;
           Julia - sobre a garota que raramente vestia cinza!       




Nada consta...
     (sobre a garota que raramente vestia cinza!)

Sobre ela: nada consta.
Sabe-se que ela sempre vestia preto, raramente vestia cinza.
Não gostava muito de cores vivas
apesar de viver intensamente
e trilhar longos caminhos coloridos.
Mas sempre vestia preto!
Julia era do tipo de garota marcante,
apesar de falar pouco
seus olhos falavam muito... num penetrante e misterioso olhar.
Sempre acreditou que um dia iria encontrar um anjo,
e com ele alçar um voo profundo para dentro da noite,
misteriosa noite do seu misterioso mundo...
e nunca mais voltar.
Julia nunca viveu no raso, não aceitava rótulos
nem imposições...
tinha uma identidade própria, um brilho próprio.
Sempre preferiu as bebidas mais fortes, as pessoas mais loucas,
as músicas mais altas e os caminhos mais difíceis.
Não estava predestinada a ser plateia...
sempre esteve no palco da Vida,
sendo o tipo de pessoa que nasceu para marcar, brilhar,
d
   a
      n
          ç
              a
                  r  e ENCANTAR.
Nunca mais viram Julia, a garota que vestia preto...
a garota do intenso e misterioso olhar,
e nunca souberam se realmente o seu nome era Julia,
a garota que raramente vestia cinza.
Somente um suave aroma de rosas ficou naquele lugar
de uma garota sem identidade... sem  IDENTIDADE...
                                                                     
      
Mas... nada consta!

_____________________________
Walter Pantoja
sob licença Creative Commons
T6463850
(losing my religion)
Rio Grande - Rio Grande do Sul
 
walter pantoja teixeira e Anna Lucia Gadelha
Enviado por walter pantoja teixeira em 03/10/2018
Alterado em 03/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras