Walter Pantoja

"Não existe rua com pedras mudas nem casa sem ecos..." (Góngora y Argote)

Textos

Mural poético II
(ainda sobre Julia!)

               " a garota que raramente vestia cinza
                 e tinha um beija-flor tatuado no ombro esquerdo
           para extrair o néctar da VIDA, misteriosa VIDA
"




acreditava que um dia ele iria ganhar vida e voar, voar... voar
assim como ela


          tinha um contagiante anseio de LIBERDADE...
                    A N Ç A V A
                                cantava e encantava

nasceu crescida em noite de lua crescente
e sempre superava os obstáculos que a vida lhe colocava,
por uma única razão: ela sabia 
VOAR
                                                                      VOAR
                                                                                   VOAR . . .


nunca viveu no lado raso da vida,
                                não aceitava rótulos
                                               nem imposições...




                    sempre preferiu as bebidas mais fortes,
               as pessoas mais loucas... caminhos difíceis


                            território dela!!

acreditava que algum dia iria encontrar um anjo
       e com ele alçar um voo profundo para dentro da noite,
            da misteriosa noite
                    do seu misterioso mundo...


                               nunca mais viram Julia,
                                         a garota que vestia preto
                                  e raramente vestia cinza
            (ela tinha um beija-flor tatuado no ombro esquerdo!) 
 

    e naquele lugar ficou somente um suave aroma de rosas
de uma garota sem IDENTIDADE

mas com muita  I
                                N
                                   T
                                      E
                                         N
                                            S
                                               I 
                                                 D
                                                    A
                                                       D
                                                          E

 
                  seria Julia mesmo o seu nome?!
                                                                       
                                                                       
______________________
                                                                       by
Walter Pantoja
                                                                       (in a garota que vestia Preto!)
                                                                       sob Licença Creative Commons


" na realidade a Poesia não perdeu a métrica...
ela simplesmente ganhou VIDA e algumas cores...
assim como Julia ! "
walter pantoja teixeira
Enviado por walter pantoja teixeira em 18/10/2018
Alterado em 18/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras