Walter Pantoja

"Não existe rua com pedras mudas nem casa sem ecos..." (Góngora y Argote)

Textos

Rua 22
(a Rua das luzes coloridas)

A Rua 22 guarda segredos
Assim como uma velha fotografia
Que ficou longos anos escondida numa gaveta qualquer.


Na Rua 22 eu me perdi, eu me encontrei e te encontrei
Mas também na Rua 22 eu te perdi
Em longas chuvosas noites de inverno, rigoroso inverno.


A Rua 22 guarda sorrisos, poesias... lindas canções
Em cada pedra, em cada casa - antigas casas - 
Em cada noite desvirginando o dia.


E sob o passar do tempo, no inexorável relógio da vida
Aos poucos fui te perdendo... me perdendo
Diante de noites repletas de luzes coloridas.



E o que resta agora...
É o breu, o tédio, a ira
E a saudade que de vez em quando sangra - e como sangra -
Na perdida Rua 22 das luzes coloridas...
                                                           
                                          C
                                               O
                                                   L
                                                      O
                                                          R
                                                              I
                                                                 D
                                                                     A
                                                                         S


_________________

by Walter Pantoja
(in fragmentos poéticos)
walter pantoja teixeira
Enviado por walter pantoja teixeira em 20/11/2018
Alterado em 20/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras